Comitê Gestor

Deise Lucy Montardo – UFAM

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Catarina (1989), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1995) e doutorado em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é professora adjunto I da Universidade Federal do Amazonas e membro da comissão editorial das revistas Antropologia em Primeira Mão, Espaço ameríndio e Tellus. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Etnomusicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: música indígena, etnomusicologia, música, etnologia guarani e xamanismo. Mais informações em http://lattes.cnpq.br/6344437017920336

Eliana Elisabeth Diehl – UFSC

Mestre em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1992) e doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública/Fundação Oswaldo Cruz (2001) e, desde 1991, professora da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem trabalhado, sob uma perspectiva interdisciplinar, com a saúde coletiva/saúde pública, a antropologia da saúde e as ciências farmacêuticas, principalmente nos seguintes temas: saúde indígena, política de atenção à saúde indígena, qualidade dos serviços farmacêuticos e assistência farmacêutica. Mais informações em http://lattes.cnpq.br/7240894306747562

Esther Jean Langdon – UFSC

Possui graduação em Antropologia e Sociologia pela Carleton College (1966), mestrado em Antropologia pela University of Washington (1968) e doutorado em Antropologia pela Tulane University of Louisiana (1974). Realizou pós-doutorado na Indiana University (1993-4) e na University of Massachusetts, Amherst 2009. Atualmente é professora titular da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em cosmologia e saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: antropologia da saúde, saúde indígena, política da saúde indígena, narrativa e performance, xamanismo e cosmologia. Mais informações em http://lattes.cnpq.br/8747931503750041

Gilton Mendes – UFAM

Mestrado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas/UNICAMP e doutorado em Ciência Social (Antropologia Social) pela Universidade de São Paulo/USP. Atualmente é professor do Departamento de Antropologia da Universidade Federal do Amazonasão/UFAM, coordenador do Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena/NEAI e diretor da Associação Brasileira de Antropologia/ABA (gestão 2011-2012). Tem experiência na área de Etnologia, com ênfase nos sistemas de classificação, cosmologia indígena, relação gente-planta e gente-animal, teorias nativas e conhecimento tradicional na Amazônia. Mais informações em http://lattes.cnpq.br/8884263402852992

Sônia Weidner Maluf – UFSC

Tem graduação em Comunicação Social – Jornalismo – na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1984), mestrado em Antropologia Social – Universidade Federal de Santa Catarina (1989) e DEA e doutorado em Anthropologie Sociale et Ethnologie – Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (1996). Atualmente é professora Titular da Universidade Federal de Santa Catarina , docente do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, coordenadora do Núcleo de Antropologia do Contemporâneo (TRANSES) e Coordenadora Executiva do Instituto Brasil Plural (INCT/CNPq). As principais áreas de atuação são  antropologia do contemporâneo, atuando principalmente nos seguintes temas: gênero, antropologia da pessoa e modos contemporâneos de subjetivação, corpo e saúde, ‘saúde mental’, antropologia política, Estado e políticas públicas e religiosidades brasileiras. Mais informações em http://lattes.cnpq.br/8292062616231105