Museus, Coleções e Patrimônios Plurais

Coordenação: Sérgio Ivan Gil Braga (UFAM)

Propõe estabelecer uma rede de pesquisa sobre coleções etnográficas do Museu Amazônico da UFAM e do Museu Universitário Oswaldo Rodrigues Cabral da UFSC. Apesar de possuírem uma história de implementação e colecionamento diferentes, as possibilidades de pesquisa e visibilidade de tais acervos podem se tornar complementares. Considere-se, que os dois museus possuem coleções de cultura material Tikuna. No Museu Amazônico identificamos quatro coleções ticuna, resultantes de missões antropológicas, aquisição de artefatos do Museu Maguta do Alto Solimões, do artista plástico manauense Jair Jacqmont e de material apreendido pelo IBAMA no Amazonas. No Museu da UFSC merece destaque a coleção Ticuna reunida pelo antropólogo Silvio Coelho dos Santos, entre outras. No que se refere a cultura popular, o Museu Universitário Oswaldo Rodrigues Cabral possui a Coleção Ärtes e ofícios” e a coleção “Elizabeth Pavan Cascaes”, resultante do acervo do estudioso e artista Franklin Joaquim Cascaes, totalizando 3.000 peças em ambas as coleções, incluindo desenhos, manuscritos e esculturas que retratam o cotidiano, religiosidade, lendas, mitos, folguedos e tradições de colonizadores da Ilha de Santa Catarina. Saliente-se nestas coleções o folguedo do boi-de-mamão do ciclo de reis, que contrasta com o boi-bumbá de Manaus do ciclo junino. Neste caso, o propósito é o de cotejar o acervo do Museu da UFSC e do Museu Amazônico da UFAM, ressaltando expressões populares tanto do boi-de-mamão de Santa Catarina, como do boi-bumbá da Amazônia, além  de processos de trabalho das “rendeiras” de Porto Belo (SC), entre outras manifestações populares que adquirem relevância em meio urbano. Para isso, daremos atenção especial ao acervo de Cascaes em comparação com o imaginário e cultura material popular da Amazônia contidos inclusive no folguedo dos bumbás. Assim, busca-se dinamizar acervos etnográficos de ambos os museus a partir de pesquisas antropológicas e museológicas.

 

Projetos articulados à rede______________________________________________