Ana Lúcia de Moura Pontes, FIOCRUZ

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo (2001), especialização em “Educação e Saúde” (2003), residência médica em Medicina Preventiva e Social (2003-2006), mestrado e doutorado em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública (2005 e 2013, respectivamente). Atualmente é pesquisadora do grupo de pesquisas “Saúde, Epidemiologia e Antropologia dos Povos Indígenas” da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca da Fundação Oswaldo Cruz/ Deto de Endemias Samuel Pessoa. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA/ ILMD/Fiocruz-AM), Programa de Pós-graduação em Bioética Ética Aplicada e Saúde Coletiva ? PPGBIOS/ Fiocruz/UFRJ/UERJ/UFF e do Doutorado Acadêmico em Saúde Coletiva (ILMD-Fiocruz/UFAM/UEA). Foi editora associada da Revista Ciência e Saúde Coletiva entre 2016-2018. Atualmente é coordenadora do GT de Saúde Indígena da Abrasco, participa do Conselho Estadual de Direitos Indígenas/RJ e atua como apoiadora de lideranças e organizações indígenas. Tem atuado com pesquisas qualitativas, formação profissional e projetos técnicos no âmbito da Saúde Indígena, principalmente na sua interface com as políticas públicas de saúde, perspectivas antropológicas dos modelos de atenção à saúde e formação profissional de Agentes Indígenas de Saúde.

CV LATTES 

Redes e Projetos de Pesquisa__________________________________

SAÚDE: PRÁTICAS LOCAIS, EXPERIÊNCIAS E POLÍTICAS PÚBLICAS

Publicações_________________________________________________