Nádia Heusi Silveira, UFSC

Nádia Heusi é Doutora e Mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina. Realizou um ano de estágio sanduíche na Universidade de St Andrews (Center for Amerindian, Latin American and Caribbean Studies), Escócia. Tem experiência etnográfica com grupos Yanomami e Guarani. Integrante do Núcleo de Estudos sobre Saúde e Saberes Indígenas (NESSI/UFSC). Coordenou a edição da Revista Tellus, da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), de 2005 a 2013. É pesquisadora associada ao INCT BRASIL PLURAL na Rede Saúde: práticas locais, experiências e políticas públicas, desde 2010. Atua na área de antropologia, com ênfase no campo da saúde, e tem trabalhado com os seguintes temas: saúde indígena, práticas alimentares, etnologia indígena, xamanismo e narrativas de doença.

 

CV Lattes

Redes e Projetos de Pesquisa__________________________________

SAÚDE: PRÁTICAS LOCAIS, EXPERIÊNCIAS E POLÍTICAS PÚBLICAS

 

Publicações_________________________________________________

 

SILVEIRA, N. H.. Políticas indigenistas na aldeia e práticas alimentares entre os Guarani Mbya. Revista Anthropológicas, v. 28, p., 2017.

SILVEIRA, N. H.. Resenha do livro: Saúde Indígena: políticas comparadas na América Latina. ESTUDOS IBERO-AMERICANOS (PUCRS. IMPRESSO), v. 43, p. 135-138, 2017.

SILVEIRA, N. H.; MELO, C.R. (Org.) ; JESUS, S.C. (Org.) . Diálogos com os Guarani: articulando compreensões antropológicas e indígenas. 1. ed. Florianópolis: Edufsc, 2016. v. 1. 254p .

SILVEIRA, N. H.. Discriminação, impasses sociais em Mato Grosso do Sul e o bem-viver kaiowá e guarani. In: Langdon, E.J; Grisotti, M.. (Org.). Reflexões Antropológicas sobre as Políticas Públicas [no prelo]. 1ed.Florianópolis: Edufsc, 2016, v. , p. 211-227.

SILVEIRA, N. H.; MELO, C.R. ; JESUS, S.C. . Introdução. In: Silveira, N.H.; Melo, C. R.; Jesus, S. C.. (Org.). Diálogos com os Guarani: articulando compreensões antropológicas e indígenas. 1ed.Florianópolis: Edufsc, 2016, v. 1, p. 11-19.

SILVEIRA, N. H.. Culinária mbya, um modo da persistência guarani. In: Silveira, N.H.; Melo, C. R.; Jesus, S. C.. (Org.). Diálogos com os Guarani: articulando compreensões antropológicas e indígenas. 1ed.Florianópolis: Edufsc, 2016, v. 1, p. 119-139.

SILVEIRA, N. H.. Resenha do livro: Paisagens Ameríndias: lugares, circuitos e modos de vida na Amazônia. M. Amoroso & G. M. Santos.São Paulo, Terceiro Nome, 2013, 344 p.. Revista de Antropologia (USP. Impresso), v. 58, p. 447-454, 2015.

SILVEIRA, N. H.. Humanidade por um fio – instabilidade corporal, dietas e xamanismo guarani. Suplemento Antropológico, v. 49, p. 493-524, 2014.

BARBOSA, P.A. ; ARGUELLO, C. G. C. ; WELPER, E. ; SILVEIRA, N. H. . As lendas… de Nimuendajú. Tellus (UCDB), v. 24, p. 11-35, 2013.

SILVEIRA, N. H.. Mitã kambyryru jere ? notas sobre uma doença de infância entre os Kaiowá e Guarani. Tellus (UCDB), v. 16, p. 209-214, 2009.

SILVEIRA, N. H.. Antropologia do cotidiano como história. Resenha do livro: Terra calada: os Tupinambá na Mata Atlântica do Sul da Bahia. S. M. Viegas. Rio de Janeiro, 7 Letras, 2007. 339 p.. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 23, p. 180-182, 2008.

SILVEIRA, N. H.. Um ponto de vista sobre a segurança alimentar entre os Kaiowá-Guarani de Mato Grosso do Sul. Itinerarios (Warszawa), v. 6, p. 123-138, 2007.

SILVEIRA, N. H.. Resenha do livro: Um peixe olhou para mim – o povo Yudjá e a perspectiva, de Tânia Stolze Lima. Ilha. Revista de Antropologia (Florianópolis), v. 8, p. 239-242, 2006.

SILVEIRA, N. H.. Resenha do livro: Antropologia e Nutrição: um diálogo possível. A. M. Canesqui & R. W. D. Garcia (orgs) Rio de Janeiro, ed. Fiocruz, 2005. 306 p.. Campos (UFPR), v. 7, p. 201-203, 2006.

SILVEIRA, N. H.. O conceito de atenção diferenciada e sua aplicação entre os Yanomami. In: Langdon, J; Garnelo, L.. (Org.). Saúde dos Povos Indígenas: reflexões sobre antropologia participativa. 1ed.Rio de Janeiro: Contracapa/ABA, 2004, v. , p. 111-127.

SILVEIRA, N. H.. Câncer e morte. Revista Brasileira de Sociologia da Emoção, João Pessoa, v. 1, n.3, p. 406-416, 2002.