INCT BRASIL PLURAL
  • Publicado em 29/04/2020 às 17:29


  • Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Brasil Plural

    Publicado em 08/06/2014 às 22:55


  • CONGRESSO IUAES YUCATÁN 2021 “PATRIMÔNIO, INTERCONEXÕES GLOBAIS EM UM MUNDO POSSÍVEL”

    Publicado em 07/06/2021 às 16:40

    En el marco del Congreso IUAES, les invitamos a presentar ponencias en la Mesa de Trabajo “PATRIMONIO: LO LOCAL Y LO GLOBAL EN TIEMPOS DE PANDEMIA “

    IMPORTANTE: Prazo para resumos em inglês 30 de junho de 2021  https://www.iuaes2021yucatan.org/registro-ponencias/  A língua franca do congresso será o inglês. Se um palestrante deseja apresentar seu trabalho em outro idioma, ele pode fazê-lo desde que simultaneamente projete uma apresentação visual (Power Point, Prezi, etc., etc.) em inglês para garantir a compreensão de todos os participantes do Congresso . Os organizadores não prestarão serviços de interpretação simultânea aos palestrantes. ”
    Coordenadores:

    Dra. Alicia Castells UFSC – IBP – Brasil  
    Dra.  Mónica Rotman UBA- CONICET – Argentina    
    Dr. José de Jesús Hernandez López Centro de Estudos de Geografia Humana – Universidade de Guadalajara- México The College of Michoacán – México  
    Dra. Elizabeth Margarita Hernández López Universidade 
     de Guadalajara- México  

    Resumen de la Mesa de Trabajo:

    El campo patrimonial manifiesta ampliaciones, adjetivaciones, e intereses que se modifican periódicamente sin solución de continuidad; así como énfasis cambiantes a lo largo de las últimas décadas del siglo XX y el período transcurrido del primer cuarto del siglo XXI. Los procesos de patrimonialización se encuentran atravesados transversalmente por múltiples factores, producto de las dinámicas socio-políticas y económicas, consecuencia de las articulaciones entre lo global-lo regional y lo local. Concebimos que tales cuestiones, al ser aprehendidas considerando su inserción en marcos multidimensionales permiten plantear una geopolítica del patrimonio en la cual los países periféricos maniobran (en forma deliberada o impremeditada), frente a los intereses, políticas y prácticas hegemónicas de los países centrales (del centro-oeste de Europa, del este –Rusia-, EE.UU. y el gigante asiático –China-), lo cual no implica de ninguna manera una direccionalidad única y uniforme. En tal sentido, el contexto de toda problemática analizada forma parte de la producción de conocimiento; no es un factor externo (Krotz, 1993). En la actualidad, en los estudios sobre problemáticas patrimoniales, la vinculación localglobal constituye un tópico relevante (se aborda bien como aspecto nuclear o parte periférica del trabajo). Asimismo tal vinculación conforma un postulado central de productivos enfoques teórico-metodológicos (vg. la Economía Política). Nos interesa en esta Mesa abordar la articulación local-global en el campo patrimonial, en la actual situación de pandemia global (COVID 19).


  • Oficina internacional PERSPECTIVAS FEMINISTAS NA AMAZÔNIA INDÍGENA

    Publicado em 07/06/2021 às 15:59

    A Profa. Dra. Esther Jean Langdon (PPGAS-UFSC), Profa. Dra. Antonella Tasinari (PPGAS-UFSC) , a doutanda Jozileia Kaingang (PPGAS-UFSC), a doutoranda Bianca Hammerschmidt (PPGAS-UFSC), e a pós-doutoranda Juana Valentina Nieto (PPGAS-UFSC), todas pesquisadoras asociadas ao Instituto Brasil Plural participarão da oficina internacional Perspectivas Feministas na Amazônia Indígena.


  • Conversa com a Profa. Dra. Soraya Fleischer

    Publicado em 26/05/2021 às 10:05

    Na I Semana de Interlúdio do PPGAS/UFSC, que realizará no dia 1º de junho de 2021 às 18:30 a pesquisadora do INCT Brasil Plural e professora Soraya Fleischer (DAN UNB/Pós-doc PPGAS/UFSC) oferecerá a Conversa “Dando o sangue: Ciência em tempos de Zika”.

    A transmissão será feita pelo canal do PPGAS no Youtube: https://youtu.be/Dac02u51XlI

    O folder com o link e as informações do evento também estão no site do PPGAS: https://ppgas.posgrad.ufsc.br/2021/05/24/ciencia-em-tempos-de-zika-soraya-fleischer/

     


  • Artigo “Language documentation and revitalization among the Siona of the Putumayo, Colombia: the potential of digitization for the social life of ethnographic material”

    Publicado em 19/05/2021 às 16:12

    A coordenadora geral e Dra. Profa. Esther Jean Langdon publicou o artigo Language documentation and revitalization among the Siona of the Putumayo, Colombia: the potential of digitization for the social life of ethnographic material , no dossier Digital repatriation, indigenous reappropriations do volume 106-2 do  Journal de la Société des américanistes.

     

    O jornal tem accecso online totalmente livre no site:  http://jsa.revues.org/


  • Artigo “Saúde e migrações: a pandemia de Covid-19 e os trabalhadores imigrantes nos frigoríficos do Sul do Brasil”

    Publicado em 19/05/2021 às 15:01

    A Revista Horizontes Antropológicos publicou o dossiê Covid-19. Antropologias de uma pandemia, ano 27, n. 59, jan./abr. 2021, o qual conta com um artigo publicado por pesquisadores vinculados ao IBP, -Daniel Granada (IBP – UFSC); Márcia Grisotti (IBP – UFSC) Priscila Detoni (UFFS – Passo Fundo); Rosmari Cazarotto (Univates – RS); Maria Conceição de Oliveira (IBP – UFSC). O artigo se intitula  “Saúde e migrações: a pandemia de Covid-19 e os trabalhadores imigrantes nos frigoríficos do Sul do Brasil”. 

    Disponível no site da Scielo https://www.scielo.br/pdf/ha/v27n59/1806-9983-ha-27-59-207.pdf)

     


  • Amazonia en Re-existencias: Cuerpos y Territorios

    Publicado em 15/05/2021 às 11:52


  • Territorialidades e itinerários terapêuticos como dramas sociais: levando a sério os sujeitos LGBTs nas pesquisas das Ciências Humanas em Saúde

    Publicado em 06/05/2021 às 16:07

    O Prof. Dr. Marcos Aurelio da Silva (Instituto de Saúde Coletiva UFMT), pesquisador do Instituto Brasil Plural participa do seminário da discuplina “Saúde e Território” do Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da FIOCRUZ o dia 10 de maio de 2021 às 14h.


  • NOTA PUBLICA CONTRA A VIOLÊNCIA E OS ATENTADOS AOS DIREITOS HUMANOS NA COLÔMBIA

    Publicado em 05/05/2021 às 19:29

    A Associação Brasileira de Antropologia (ABA) vem se solidarizar com os colegas antropólogos, estudantes de antropologia, sociologia e outras ciências humanas colombianos criminalizados e ameaçados pelas ações das forças de seguranças e, se unir a centenas de organizações de direitos humanos, sociais, estudantis, meios de comunicação alternativos, associações, sindicatos de trabalhadores, movimentos de mulheres, camponeses, afrodescendentes e povos indígenas para denunciar as violações de direitos humanos cometidas pelas forças de segurança contra a população colombiana, uma constante desde o último dia 28 de abril, início de uma Greve Nacional. As notícias que chegam pelas redes sociais indicam que a situação dos direitos humanos na Colômbia é crítica, não há garantia de vida, integridade ou respeito ao livre exercício do direito de protesto e mobilização social. Em qualquer democracia é inaceitável o uso excessivo da força por parte do Estado. Há notícias preocupantes de um número considerável de vítimas de violência, inclusive de mortes.

    A ABA vem a público para veementemente solicitar que os abusos por parte das forças de segurança sejam interrompidos de imediato e que a vida dos cidadãos e os direitos humanos sejam respeitados, assim como o direito de protesto e manifestação. Na atual conjuntura da pandemia, é particularmente urgente o aumento da cobertura na vacinação contra a COVID, particularmente entre os povos étnicos no país. Finalmente, há que deixar claro que a democracia é um valor supremo na América Latina e todos os seus governantes devem respeitá-la incondicionalmente.

    Brasília, 03 de maio de 2021.

    Associação Brasileira de Antropologia – ABA e seu Comitê de Assuntos Internacionais


  • Seminários Cidade e Cidadania Indígena. Territorios, Direitos e Bem viver.

    Publicado em 05/05/2021 às 15:50

     

    O NEPI (Núcleo de Estudos de Populações Indígenas) coordenado pelas professoras  do PPGAS/UFSC Antonella M. I. Tassinari e Edviges Marta Ioris, ambas vinculadas ao INCT Brasil Plural, organizam este seminário que tem como objetivo iniciar uma série de encontros virtuais entre pesquisadores das universidades, intelectuais e representantes indígenas, e representantes dos órgãos públicos que tem relação com os povos indígenas e os seus direitos, para discutir sobre temas e problemas que envolvem a dinâmica dos povos indígenas nas cidades e à sua sustentabilidade.

    A seguir a programação do primeiro destes seminários:


  • Gerações de mulheres brasileiras e projetos de maternidade: temporalidades em foco a partir da pandemia de Covid-19

    Publicado em 04/05/2021 às 20:36

    Palestra de Rosa María Carneiro professora de Saúde Coletiva na UNB, Pós doutoranda PPGA/UFPB sob a supervisão da Profa. Sônia Maluf (PPGAS/UFSC) e participa do Núcleo Transes/PPGAS/UFSC e da Rede Saúde do INCT-IBP.