INCT BRASIL PLURAL
  • Publicado em 29/04/2020 às 17:29


  • Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Brasil Plural

    Publicado em 08/06/2014 às 22:55


  • IV Congreso Latinoamericano de Ecología Política

    Publicado em 20/01/2022 às 17:09

    Ana Maria de Veintemilla,  Mestre em Nutrição (UFSC), pesquisadora associada do INCT Brasil Plural e do Instituto de Estudios Ecologistas  del Tercer Mundo participa da organização do “IV Congreso  Latinoamericano de Ecologia Política”.

    Informações em: https://www.accionecologica.org/event/iv-congreso-latinoamericano-de-ecologia-politica/


  • Disponível nova edição Cadernos NAUI

    Publicado em 20/01/2022 às 15:32

    A nova edição da Revista Eletrônica do Cadernos NAUI está disponível no site: Cadernos NAUI Vol. 10, n° 19, jul-dez 2021

    Neste número, apresentamos o dossiê temático “Indígena? Presente! Processos (Inter)culturais de apropriação territorial e (trans)formação identitária indígena em diferentes contextos temporais e espaciais”, organizado por Nauíra Zanardo Zanin, Fabricio José Nazzari Vicroski e Ivone Maria Mendes Silva. Sob a temática dos estudos culturais e espaciais, o dossiê dá visibilidade e propõe reflexões às questões relacionadas às formas de apropriação espacial indígenas como estratégias de (re)existência e enfrentamento à dominação e violências vivenciadas desde a invasão de seus territórios, debatendo sobre suas identidades, realidades e lutas, de modo a concretizar a descolonização do saber para que as contribuições indígenas à nossa sociedade não continuem sendo negadas.


  • Lançamento da segunda coleção de livros LII-UFSC

    Publicado em 20/12/2021 às 16:06

    A segunda coleção de livros da Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foi lançada o dia 16 de dezembro pelo Youtube.

    Fazem parte da coleção “Kuri’y Zág Fág”: Vol.1: Ensino e Natureza, Vol.2: Culturas e Memórias e a cartilha Projetos Interdisciplinares para o Ensino Médio Indígena, todos na versão impressa e também na forma de e-books digitais e gratuitos.

    Os livros são resultado de trabalhos de conclusão de curso da segunda turma da Licenciatura Indígena, e a cartilha é baseada nos planos de ensino dos estágios dos alunos Guarani, Kaingang e Laklãnõ/Xokleng da mesma turma. As obras materializam o esforço e a qualidade das pesquisas defendidas pelos estudantes indígenas. O evento de lançamento contou com uma roda de conversa com as organizadoras e alguns dos autores e autoras.

    Acesse os e-books:

    Kuri’y Zág Fág Vol.1: Ensino e Natureza

    Kuri’y Zág Fág Vol.2: Culturas e Memórias

    Projetos Interdisciplinares para o Ensino Médio Indígena

    https://licenciaturaindigena.ufsc.br/2021/12/14/licenciatura-intercultural-indigena-do-sul-da-mata-atlantica-lanca-segunda-colecao-de-livros/

     


  • A falta que a festa faz: celebrações populares e antropologia na pandemia.

    Publicado em 17/12/2021 às 16:03

    Como passar dois anos sem festejar? Como não passear pelas ruas das cidades, não ocupar praças, adros e terreiros, não compartilhar a brincadeira ou a devoção, não pagar promessa, cantar e dançar juntos? Reunindo um expressivo grupo de pesquisadores, A falta que a festa faz, organizado pelas antropólogas Maria Laura Cavalcanti e Renata Gonçalves, traz 21 registros de como as grandes e pequenas festas do calendário popular tradicional lidaram com a excepcionalidade do período pandêmico de 2020 e 2021. No livro a pesquisadora do INCT Brasil Plural Patricia Martins junto com Karina Coelho (PPGAS / USP) publicaram o artigo  “” Das lives de fandango à folia virtual do Divino Espírito Santo entre os litorais do Paraná e São Paulo”.

    O livro percorre as folias de reis; os carnavais e suas danças; a Semana Santa e o Divino; o fandango caiçara; o forró; o repente e as quadrilhas; os bumbas e bumbás; as festas de São Benedito, de São Tomé, de Sant’Ana do Caicó; o dia dos santos Cosme e Damião; o congado; o círio de Nazaré e as Chiquitas; bem como as celebrações pantaneiras. O percurso pela diversidade cultural brasileira abre-se ainda para o circuito lusófono do Divino, para os menestréis sul-africanos e os carnavais uruguaianos. O valioso conjunto ilumina a resiliência desses tantos mundos sociais, ágeis em sua capacidade de se adaptar e, em meio a limites, sofrimentos e perdas, seguir celebrando, à espera da almejada expansão festiva.

    Livro gratuito disponível em: http://ppgantropologia.sites.uff.br/?p=4757

     

     


  • Dossiê Fazer antropologia em tempos pandêmicos: narrativas de povos e comunidades tradicionais e de periferias urbanas sobre a pandemia Covid-19

    Publicado em 10/12/2021 às 18:22

     

     Visualizar v. 16 n. 2 (2021): Dossiê Fazer antropologia em tempos pandêmicos: narrativas de povos e comunidades tradicionais e de periferias urbanas sobre a pandemia Covid-19 Silvia Guimarães, Pesquisadora da Rede Saúde: Práticas Locais, Experiências e Políticas Públicas do INCT Brasil Plural, coordenadora do Laboratório Matula, e professora do Departamento de Antropologia-UnB e do Mestrado em Sustentabilidade junto a Povos e Terras Tradicionais (MESPT/UnB), junto com os professores Carlos B. Plínio dos Santos (Departamento de Antropologia-UnB e MESPT/UNB), Cristiane de Assis Portela (MESPT/UnB) e Stéphanie Nasuti (MESPT/UnB) publicaram  na revista Pós – Revista Brasiliense de Pós-Graduação em Ciências Sociais o v. 16 n. 2 (2021) o Dossiê Fazer antropologia em tempos pandêmicos: narrativas de povos e comunidades tradicionais e de periferias urbanas sobre a pandemia Covid-19.  Que tem como propósito documentar e refletir sobre as ações estatais na pandemia da Covid-19 e,  trazer as reações dos coletivos oriundos de comunidades tradicionais ou das periferias urbanas a este novo adoecimento.

    Disponível em:

    https://periodicos.unb.br/index.php/revistapos/issue/view/2367


  • CAMPO DE FORÇAS: OLHARES ANTROPOLÓGICOS DE DANÇA E PERFORMANCE

    Publicado em 10/12/2021 às 18:07

    Acaba de ser publicado o livro CAMPO DE FORÇAS: OLHARES ANTROPOLÓGICOS DE DANÇA E PERFORMANCE,  organizado por Laure Garrabé e Maria Acselrad.   A coletánea reúne artigos que transitan nas interfaces entre antropologia, dança e performance.  Tem capítulos com autoria da professora Esther Jean Langdon (PPGAS/UFSC), coordenadora do INCT Brasil Plural e o professor Scott Head (PPGAS/UFSC), pesquisador da Rede Arte, Performance e Sociabilidades do INCT Brasil Plural.

    O e-book esta disponível em: https://livroaberto.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1007


  • Workshop Mediunidade(s) e Saúde

    Publicado em 10/12/2021 às 13:23


  • “DIÁLOGOS: ARTE E BAHSESÉ – UKUSE: BAHSE MERISE”

    Publicado em 02/12/2021 às 13:57

    Com a participação de vários pesquisadores do Brasil Plural, será lançado o livro:

    “DIÁLOGOS: ARTE E BAHSESÉ – UKUSE: BAHSE MERISE”

    O livro foi organizado pelos indígenas do Centro de Medicina Indígena, João Paulo Lima Barreto e Ivan Menezes Barreto e pelos não indígenas Luiz Davi Vieira Gonçalves e Viviane Palandi do Tabihuni, sendo fruto das transcrições dos encontros online do “Projeto Arte e Bahsesé: um diálogo sensível em tempos de cura”’ que aconteceram nos meses de Março e Abril de 2021.

    Dia 03/12 às 16h ( presencial)

    Local: Centro de Medicina Indígena Bahserikowi

    Rua Bernardo Ramos, 97 – Centro

    Reservas:

    O projeto foi contemplado na categoria Cultura Indígena, pelo Programa Cultura Criativa – 2020 / Lei Aldir Blanc – Prêmio Feliciano Lana do Governo do Estado do Amazonas, com apoio do Governo Federal – Ministério do Turismo – Secretaria Especial da Cultura, Fundo Nacional de Cultura.


  • Jornadas Antropológicas: entre precariedades e estratégias de r(e)existências: imaginar é preciso

    Publicado em 01/12/2021 às 14:23

    Apoio

    30/11/2021 – 02/12/2021 – 09:00 – 20:00 GMT-3

    O evento Jornadas Antropológicas é um movimento com periodicidade bienal promovido integralmente por estudantes do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Departamento de Antropologia da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem como objetivo a promoção de diálogos acadêmicos e científicos, trocas de experiências e construção de conhecimentos entre estudantes deste programa de pós-graduação com profissionais da antropologia das mais diversas universidades do país e de outros países, bem como, entre corpo discente e docente do PPGAS, incluindo ainda estudantes de graduação dos cursos de antropologia e ciências sociais desta mesma universidade.

    Considerando a crise humanitária global em que vivemos, relacionada à pandemia de Covid-19, potencializada pela crise social e pela destruição ambiental, pensar em novos mundos que questionem o colonialismo e a exploração capitalista neoliberal é crucial para a busca de outros modos de vida possíveis.

    Tendo por inspiração as obras de Ailton Krenak (2019 e 2020) e, principalmente do livro “Ideias para adiar o fim do mundo”, a temática deste ano propõe a importância de transformação social através dos exercícios de imaginação e criação de novas formas de relações sociais calcadas em cosmopercepções que valorizem as ações coletivas como forma de superação das crises atuais.

    Programação completa em:

    https://www.even3.com.br/jornadasufsc2021/


  • Regulações sociais e morais da pandemia do novo coronavírus no Brasil: uma análise etnográfica e interseccional

    Publicado em 30/11/2021 às 12:15
     Nesta quarta-feira, às 16h, acontece a mesa redonda Regulações sociais e morais da pandemia do novo coronavírus no Brasil: uma análise etnográfica e interseccional dentro da programação das Jornadas Antropológicas 2021 PPGAS/UFSC.

    A mesa será um momento de apresentação e debate dos principais resultados da pesquisa financiada pela Wenner-Gren Foundation e coordenada pela Profa Dra. Flavia Medeiros Santos (UFSC).   Mediação: Marcus Vinícius Martins (ANT/UFSC). Debatedoras: Priscila dos Anjos (PPGAS/UFSC), Giovanna Barros Gomes (PPGAS/UFSC), Deane de Jesus (PPGPsi/UFSC), Edilma Nascimento (UFMA/UFRN).  01 de dezembro 2021 / 16h (horário de Brasília)