Prêmio Pierre Verger, edição 2024 na 34a RBA

05/07/2024 15:35

No contexto de realização da Reunião Brasileira de Antropologia, o Prêmio Pierre Verger é um momento de celebração, discussão e inspiração que contribui para o fortalecimento do campo da Antropologia Visual brasileira e a difusão de pesquisas antropológicas, mediadas por imagem e som, com abrangência internacional.

Este ano, se celebra a 15ª edição da mostra na categoria Filmes Etnográficos, a 12ª edição de Ensaios Fotográficos e a 2ª edição da mostra de Desenhos. O evento começa dia 19 até 26 de julho e participam dois importantes trabalhos de pesquisadores do Instituto Brasil Plural: o filme Maré do Peixe (2024) realizado pelos professores Rafael Devos E Gabriel Coutinho Barbosa (PPGAS/UFSC) e o filme Tape Porã Arandu (2023) realizado por Beatriz Fernanda Das Chagas Regis, mestranda do PPGAS/UFSC.

A informação completa está disponível no site: https://premiopierreverger.com/2024/premios/filme-etnografico/

 

Sem título2

Seminário de Fermentações Indígenas na Amazônia

24/05/2024 14:07

Segunda feria, dia 13.05.2024 aconteceu o Seminário “Fermentações Indígenas na Amazônia”,  organizado pelo Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena da Universidade Federal do Amazonas UFAM com pesquisadores da rede Saberes e Educação do INCT Brasil Plural. Foi um evento enriquecedor com muitas trocas de conhecimentos.

 

Nota da Abrasco + 39 associações sobre o PL de ética em pesquisa

16/05/2024 10:37

Ajudem a divulgar a nota importante da Abrasco , assinada por mais 39 entidades, incluindo a Aba Antropologia e INCT Brasil Plural, propondo vetos ao Projeto de Lei nº 6007/2023, o chamado PL das cobaias. Resultado do lobby dos grandes laboratórios farmacêuticos no congresso nacional, o PL retira direitos dos participantes das pesquisas (como continuidade dos tratamentos) e desmonta todo o sistema nacional de ética em pesquisa, construído ao longo dos anos com os diversos campos do conhecimento e áreas de pesquisa.

🔗 No site oficial da Abrasco:

https://abrasco.org.br/abrasco-e-mais-37-organizacoes-se-manifestam-a-favor-de-vetos-no-pl-de-pesquisas-clinicas/

 

Oitava Reunião Bienal da Sociedade de Estudos Amazônicos e Andinos

26/04/2024 18:24

 

A Oitava Reunião Bienal da Sociedade de Estudos Amazônicos e Andinos acontecerá de 3 a 5 de maio de 2024 no campus da Universidade da Virgínia em Charlottesville, Virgínia, com um componente virtual simultâneo organizado pela Universidade George Washington para promover a participação e a discussão internacionais.

Esta conferência reúne acadêmicos e o público em geral para levantar como abordagens interseccionais e interdisciplinares, informadas pela antropologia, podem contribuir para enfrentar desafios globais urgentes nos estudos amazônicos e andinos. A conferência concentra-se em quatro temas urgentes relacionados à Amazônia e aos Andes: (1) descolonização da pesquisa e participação comunitária; (2) respostas indígenas às alterações climáticas e justiça ambiental; (3) estudos interseccionais de gênero na Amazônia e nos Andes; e (4) direções futuras para estudos amazônicos e andinos com envolvimento global.

Em palestra no sábado, o Dr. Eduardo Góes Neves (Universidade de São Paulo, Brasil) apresentará o estado atual da arqueologia amazônica.

O evento será transmitido com tradução simultânea para diversos idiomas da Amazônia e dos Andes.

Visite o website para atualizações, inscrição ou envio de pôsteres e apresentações multimídia.

 

6° Encontro da Rede Catarinense de Engenhos de Farinha de Mandioca

26/04/2024 09:59

Nos dias 20 e 21 de abril aconteceu o 6° Encontro da Rede Catarinense de Engenhos de Farinha de Mandioca com a temática “Registrando patrimônio, resistência e inspirações!” realizado pela Rede Catarinense de Engenhos de Farinha.  A equipe do Naui/UFSC da rede Territorialidades, Deslocamentos, Paisagens Urbanas e Populações Tradicionais, participou e elaborará o dossiê para registro dos saberes e fazeres relacionados aos engenhos de farinha de mandioca como patrimônio brasileiro.

 

Os INCTs na 5ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação – CNCTI

25/04/2024 10:58

A afirmação da importância da pesquisa das ciências humanas e da antropologia em particular tem sido fundamental para enfrentar visões reducionistas sobre o que é a ciência e sobre a importância de se compreender a dimensão social para qualquer projeto de desenvolvimento do país.
No dia 26/02/2024, a professora Sônia Maluf (UFSC), coordenadora do INCT Brasil Plural, participou da Conferência Livre “Programa INCT”, da 5ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação – CNCTI.
O evento aconteceu de modo híbrido no auditório do CNPq, em Brasília. A professora participou de maneira virtual na mesa 2: Os INCTs e o Enfrentamento aos Desafios do Brasil Atual.
A mesa completa está disponível na página de Youtube CNPqOficial (a apresentação da professora esta entre 0:43 e 1:03:00 e a resposta entre 1:55:29 e 1:59:53) https://www.youtube.com/watch?v=6LO9CuwwwKQ
Em resposta a uma pergunta sobre os aportes dos INCTs da área de humanas a professora Sônia respondeu:
“Se não incluir as [ciências] humanas a gente tem meia ciência e não uma ciência inteira… Qual é o produto? Direitos, justiça social, acesso, universalização da ciência, da saúde, da educação, boas políticas públicas (…) Alunos formados, teses e dissertações e pesquisas qualificadas. Uma melhor compreensão da realidade brasileira para saber inclusive onde vamos investir, que tipo de tecnologia a gente precisa no Brasil. Ali o diálogo com ciências humanas é fundamental.”

Ética e povos indígenas #agoraabrasco

18/04/2024 17:54

🏹 Para marcar o Abril Indígena, a Abrasco promoveu, na quarta-feira (17), um debate sobre protagonismo indígena na produção acadêmica.

🔸 A produção de dados sobre povos indígenas está permeada por dilemas, conflitos e por violação de direitos desses povos. Mesmo diante de alguns marcos e portarias que oferecem alguma proteção nestes processos, poucos são os avanços em relação às transformações na vida e protagonismos indígenas na nossa sociedade, particularmente no campo acadêmico.

🔗 O evento esta disponível na TV Abrasco: